Translate

Egito: Nudez, Parada Gay e Facebook






Depois de vermos que Facebook e internet podem ser uma grande arma a favor do povo, pois foram as grandes aliadas no protestos da Primavera Árabe, veremos também que podem ser mais que isso.


Essa semana duas notícias me deixaram surpresa sobre o que está acontecendo no Egito. A primeira foi a da garota Aliaa Elmahdy que quiz protestar colocando fotos de nudez na internet. Pense que o Egito é um país muçulmano (80%) e muito restritivo nesse sentido, não é um país como o Brasil e USA que garotas pagam para virar "cyber porn stars". Kim Kardashian e Daniela Cicarelli que o diga.

A moça egípcia, bola da vez, que diz ser ateia fez várias críticas ao islam e seu atual namorado foi o primeiro blogueiro a ser preso também por criticar o islam em 2007.

Ela cita em uma parte do post "Ignorância, injustiça, superstições e ausência de civilização equivalem ao islã" e ainda comenta "Tirem suas roupas e se olhem no espelho, queimem os corpos que desdenham e desprendam-se de seus complexos sexuais para sempre, antes de me lançar acusações racistas ou me negar a liberdade de expressão".

Apenas vestida de meias e sapatilhas a egípcia diz que as fotos são "um grito contra a sociedade da violência, do racismo, do sexismo, do assédio sexual e da hipocrisia".

O fato está criando problemas não só na sociedade altamente preservadora, mas também na política já que partidos liberais aos quais os blogueiros são a favor, serão vistos como permissivos a este tipo de fato e isso pode gerar má influência nas eleições próximas.

Certa ou não, ela conseguiu mexer com a sociedade e com os internautas, já que o blog está tendo auto pico de acesso e a sociedade vem se mostrando totalmente contra a ela, fato que já era de se esperar.

Acreditem, o segundo fato que está me deixando de cabelo em pé, não chega nem perto do ato de tirar a roupa na frente da camera e postar num blog. Adivinhem... O fato que mais me provoca agitação nesse momento é o movimento "Egyptian LGBT (Lesbian, Gay, Bisexual, Transgender)" - LGBT Egipcios. Dessa vez eles usaram o Facebook para planejar uma parada gay que acontecerá em janeiro de 2012.

"Temos o direito de sair na sociedade e para nos proteger e proteger a nossa sociedade de homossexuais opressores, porque uma sociedade que não aceita o outro é um doente", disse a página do Facebook.

Para explicar por que eles escolheram para protestar na praça Tahrir, em janeiro, a página tinha uma mensagem dizendo:
"Somos um grupo de jovens egípcios gay. Estávamos em Tahrir e tomamos parte na revolução. Vemos que cada um de nós tem o direito de ter uma vida de respeito em público. Nós somos parte da revolução do Egito e não vamos permitir que ninguém questione a nossa lealdade ".
 O comentário em nome do administrador da página do Facebook:
"Qual é o problema, se duas pessoas do mesmo sexo em algum lugar deste mundo estão abraçando uns aos outros? Irei te prejudicar? Será que eu vou pegar algo que é seu? Eu vou comer sua comida? O quê? Eu sou um ser humano que sente, ama, odeia, fica com raiva, perdoa, e se sente feliz! " faz a gente pensar.

Isso em qualquer lugar do mundo, não no Egito, um país muçulmano...

Se isso estivesse acontecendo no Brasil, juro que não ficaria nem um pouco surpresa, pois, o Brasil já há muito tempo agita paradas gays por todo o país. Mas no Egito a coisa é bem diferente!

Temo que muitas dessas pessoas que estarão gritando pelos seus direitos, morrerem sem ao menos conseguirem  ser ouvidos.
Não se trata apenas de moralismo, mas de leis religiosas e muita descriminação por trás disso tudo. Eles terão que enfrentar quase toda a população contra eles. Não foi o caso da revoluçao de Mubarak, já que todos estavam cansados da má política do sujeito.
Aqui neste caso, eles estão mexendo com cultura, religião, preconceitos, mentes não abertas a aceitação das diferenças. 

Se eles realemente botarem em prática esse plano vão ter que mandar buscar um exército somente para eles. Concluo eu. 

Que eles pensem bem ao tomarem essa decisão e seguirem para batalha...

O que você acha desse assunto? E o islam, o que diz disso? Deixe seu comentário, dê sua opinião para eu formular um post a respeito e mostrar o que o Islam diz sobre o homossexualismo e nudez.

 Notem que tanto a garota quanto os gays estão lutando por direitos de liberdade.




as-salamu alleikum

Criss Freitas


Fontes
Jornal online Bikyamasr



1 comments:

  1. Olha... os dois não estão errados em lutar por ter liberdade... nada disso!


    Só deveriam entender que a opressão não é culpa do Islã, e sim da sociedade! O islã é contra a homossexualidade, mas repudia o preconceito e barbáries contra qualquer grupo, sem exceção! Que cabe somente a Deus julgar!

    ResponderExcluir

DESTAQUE

Brasileiras e Egipcio, verdades e mentiras no amor virtual

Ultimamente tenho recebido emails e falado com muitas pessoas que se relacionam pela internet. Geralmente são brasileiras com estrange...