Translate

O Forte de Qaitbay, Alexandria




Hoje vou falar mais um pouquinho sobre minha querida e linda Alex (Alexandria), assim chamada pelos nativos de lá.

Um dos pontos turísticos mais visitados de Alex e acredito um dos mais lindos, o forte de Qaitbay foi um dos lugares que mais gostei de visitar.

Além da beleza impressionante o forte tem história para contar. Foi restaurados várias vezes por causa de terremotos e tambem por bombardeios. Agora para entendermos mais sobre o forte vamos saber da historia dele, resumidissima, claro.

Um pouco da Historia


A Cidadela de Qaitbay (ou o Forte de Qaitbay) (árabe: قلعة قايتباي) é uma fortaleza defensiva do século 15 situada na costa do mar Mediterrâneo, construída em cima das ruínas do Farol de Alexandria, em Alexandria, Egito. Foi criado em 1477 dC pelo sultão Al-Ashraf Sayf al-Din Qa'it Bay.


A Cidadela Qaitbay em Alexandria é considerado um dos redutos mais importantes de defesa, não só no Egito, mas também ao longo da costa do Mar Mediterrâneo. Formulou uma parte importante do sistema de fortificação de Alexandria, no século 15.


Foi erguida no local exato do famoso farol de Alexandria, que era uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Alexandria

Durante o século 11 ocorreu um terremoto, causando dano à parte octogonal. O fundo sobreviveu, mas só poderia servir como uma torre de vigia, e uma pequena mesquita foi construída no topo. No século 14 houve um terremoto muito destrutivo e todo o edifício foi completamente destruído.


teto da mesquita (octavado)

piso da mesquita em marmore
O zelador nos informou que eles usaram placas de madeira na estrutura para minimizar os estragos em caso de terremoto novamente.

O fundador da Cidadela de Qaitbay foi o Sultão Al-Ashraf Abou Anasr Saif El-Din Qaitbay El-Al-Jerkasy Zahiry, que nasceu cerca de 1423 dC. Era um mameluco que vieram para o Egito como um homem jovem, menos de 20 anos de idade. Comprado pelo Al-Ashraf Bersbay, ele permaneceu entre seus assistentes até Al-Ashraf Bersbay morrer. Em seguida, o Djaqmaq Sultão comprou Qaitbay, e mais tarde deu-lhe a liberdade. Qaitbay então passou a ocupar diversos cargos. Ele se tornou o chefe do Exército (Atabec Al-Askar) durante o reinado do sultão Bugha Tamar. Quando o sultão foi destronado, Qaitbay foi apontado como um sultão que foi intitulado Almalek Al-Ashraf . Ele foi um dos sultões mamelucos mais importantes e de destaque, governando por cerca de 29 anos. Ele era um rei corajoso, que tentou iniciar uma nova era com os otomanos através da troca de embaixadas e presentes. Ele gostava de viajar e fez muitas viagens proeminentes.
Qaitbay gostava tanto de arte e arquitetura que ele criou um cargo importante entre o sistema administrativo do Estado, foi o Mason dos Edifícios (Shady Al-Ama'er). Ele construiu muitas construções benéficos em Meca, Medina e Jerusalém. No Egito há cerca de 70 edifícios renovados atribuídas a ele
. Fonte: Wikipedia e tradução minha.

Biblioteca de Alexandria la no fundo...ponto branco

uma das entradas de luz
Eu e minhas ideias na cabeça...


reservatorio de agua da chuva

banhado pelo Mar Mediterraneo
Eu nao me canso de te olhar...
Imponente!

Pescador solitario... Deus está em todo lugar.
As tuas janelas... ahh as tuas janelas... quantas coisas ja nao viram...

CURIOSIDADES QUE VI POR LA

a tranquilidade do nosso amigo...

O imenso painel em mosaico antes de chegar a Qaitbay, na orla... lindo! a foto nao é minha, mas lembrei da beleza da obra



Transporte alternativo e épico de Alex... pra quem gosta

Estou preparando o video deste local e em breve posto aqui também, só para deixar registrado.

Espero que tenham gostado.

*Fotos: as fotos sao de propriedade minha, caso queira utiliza-las nao retire o credito do blog.


Comentarios sao sempre bem vindos!! E DEIXAM O BLOGUEIRA FELIXXX!!  :D

Criss Freitas


2 comments:

  1. Salam, minha bela escriba!

    Ah, que linda você com hijab lilás e blusa violeta. Amo essas cores, mas, sobretudo a cor verde.
    Que mar, quantos já não passaram por lá?
    Gostei de ler sobre a história. Aliás, gosto muito de ler. Livros são joias aos olhos de Allah.
    E nem "Ali Baba e os 40 ladrões" podem nos roubar essas joias, não é mesmo?

    Gosto de comentar por aqui, sei que te faz feliz!
    Beijos!

    ResponderExcluir

DESTAQUE

Brasileiras e Egipcio, verdades e mentiras no amor virtual

Ultimamente tenho recebido emails e falado com muitas pessoas que se relacionam pela internet. Geralmente são brasileiras com estrange...