Translate

Casamento com muçulmano é algo perigoso? Brasileira cristã e Egipcio muçulmano podem casar-se? Como é a lei islamica para o casamento entre religiões diferentes



Com o aumento dos relacionamentos virtuais, também aumentaram as perguntas frequentes sobre as questões de direito das mulheres em um casamento em que se mistura culturas e religiões.
Aqui no meu caso misturou a cultura brasileira com a cultura egípcia. Eu nasci e cresci no cristianismo, mas quando estava na fase do namoro eu comecei a me interessar por conhecer o islamismo, ja que via uma grande diferença nas atitudes e habitos do meu então namorado virtual.

Comecei a procurar na internet posts que se referiam a isso, e vou ser sincera com vocês, se eu tivesse escutado algumas das besteiras que li não tinha me casado com quem casei. Por isso, todo cuidado é pouco, quando se procura algo na internet para orientar a sua vida. Alguns sites e blogs não tem fontes confiaveis de pesquisa e outros ainda gostam de manipular e denegrir algo que não vá de encontro as idéias e ideologias da pessoa que escreve.

Resumindo para ir se alongando rsrsr, eu vou escrever esse post para esclarecer e clarear algumas besteiras que andei lendo em um blog, que achei por certo nao citar o nome, mas tem a ver com Egito tambem, onde pessoa que se acha muito esclarecida no "assunto islam", mas que não é muçulmana, por aí já se tira que as informações não devem ser levadas em consideração,  e ela tratou o assunto "casamento islâmico" de uma forma muito incoerente, mediocre e sem base alguma na realidade islamica. A moça escreveu baseada nos "achismos" e no que ela pensa que é. Então vamos esclarecer isso, como fica o casamento entre cristã e muçulmano. E depois vamos ver como é o casamento e as mudanças que deverão acontecer e o papel da mulher nele.

Primeiro vamos ver se um homem muçulmano pode casar-se com uma mulher de outra religião. E se pode como fica a lei aplicada.

Sim, um muçulmano, pode casar-se com uma mulher que esteja entre as três religiões: cristã, judia e muçulmana, já que as três acreditam em um Deus único e são consideradas religiões do Livro.
Uma muçulmana não é permitida casar-se com um homem não-muçulmano, pois, a religião entende que o homem tem influencia sobre a mulher e poderá faze-la desviar-se do islam e perder alguns de seus direitos.

Você precisa se converter ao islam para casar-se com um muçulmano?


Não, você não precisa se converter. Você poderá ter sua fé e seus costumes igualmente, pois, os muçulmanos entendem que isso não é errado.
Mas isso também não impede você de se informar sobre a religião do seu futuro ou já marido para que você entenda melhor o que acontece com a crença dele. Informação nunca é demais e islamismo é uma religião de paz.

Você vai ter que usar o "hijabe" (véu muçulmano)?


O hijabe é um costume islâmcio, então, se você é cristã não vai precisar usá-lo.  E se você se converter não precisará usá-lo imediatamente. Você irá decidir quando, pois, ao se aprofundar nos conhecimentos da religião vai ver que isso é algo importante e uma ordem de Deus para proteçao da mulher. Pense bem antes de começar a usa-lo, já que depois disso parar de usar o hijabe é considerado algo grave para o islam. Mas se você não é muçulmana não tem porque usar o véu.


LEIS PARA O CASAMENTO

Aqui a questão da lei aplicada no contrato de casamento é um assunto longo, deverá ver em que país será o casamento e em que circunstancias isso irá acontecer. Vou dar uma resumida, mas quem quiser ler mais acesse aqui.
Mas esclarecendo, se você é cristã e ele muçulmano e se casaram, você terá todos os direitos de uma mulher muçulmana, em caso que haja um futuro divórcio. Se o casamento for no Brasil, provavelmente as leis aplicadas serão as leis brasileiras, mas isso deve ser confirmado entre os noivos e algum advogado no caso haja bens em questão e ver qual a lei que foi aplicada no ato do casamento. 
No que diz respeito a herança a Lei da Shariah (lei islamica) é uma lei justa e incluiu a mulher e os filhos, já que antes dela, a mulher e os filhos eram deixados de fora. Para isso voce deverá ler sobre o que a Shariah diz sobre isso e você pode acessar esse post aqui, que é confiável.


COMO SE DÁ O DIVORCIO


 “De todas as coisas legais, a mais abominável para Deus é o Divórcio.”

Basicamente os egípcios não se divorciam facilmente, eles tentam de todas as maneiras tentar reconciliar as partes, o casal. Mas em caso que não tem como viverem mais juntos, então tem  alguns pontos a se ver com detalhe.
 
No contrato de casamento é estipulado quem terá o poder de concessão do divórcio, algo chamado "aiSma", que geralmente fica com o homem. 
Então ele pode pedir o divórcio sem mais problemas, porém, tudo será legalizado diante o juiz e a mulher terá seus direitos garantidos. 
Existem um tempo de espera para que o divórcio se consuma de fato. Isso se dá em um período de três meses, para que não haja dúvida que a mulher não esteja grávida durante esse processo. Durante esses três meses se eles resolverem voltar, então o divórcio não é feito oficialmente e eles continuam no mesmo contrato de casamento. Porém diante do juiz e de Deus já contou um divórcio.
No islam o casal poderá se divorciar até três vezes.
 Em caso eles resolvam voltar após os três meses de espera, então é feito um novo contrato e ele terá que pagar tudo o que ela teria de direito de qualquer maneira.

Se no caso a mulher quer pedir o divórcio, se ela não é a possuidora do "aiSma", ela terá que ir até o juiz e então o juiz a ouvirá para ver o por que do divórcio. Se a razão do divórcio for algo irrelevante, sem uma razão realmente forte, e mesmo assim ela quer se divorciar, ela terá que recorrer ao que se chama "khola", onde ela abre mão de todos os direitos para ele, porém, o divórcio é consumado sem mais problemas.
Se a razão para o divórcio for justa e o juiz vê que realmente há um motivo relevante para ela pedir o divórcio, então assim o divórcio é consumado também.
Durante o período de espera de três meses, o homem deverá manter o sustento da mulher.

Se um casal já se divorciou três vezes, ela ficará proibida para ele para se casarem novamente.


Por que é preciso a permissão de um homem da família da moça?


O islam é a religião que mais se preocupou com as mulheres, nem o judaismo e nem o cristianismo tiveram tanto cuidado com os direitos que diz respeito a elas.
Para que uma mulher cristã ou judia se case com um muçulmano é requerido uma declaraçao, lavrada em cartório, do pai da moça, ou de um ente masculino da família que seja da mesma religião dela, que se responsabilize por ela, onde ele cite que não há impedimento para realizaçao desse casamento. Para que isso? Para que depois não se diga que ela foi forçada a casar com um homem de outra religião. No islam a mulher tem o direito de escolher com quem ela quer casar-se, e coagi-la a casar com quem não quer poderá anular-se o casamento. Isso é feito para proteger a mulher e sua honra. O mesmo se aplica a mulheres cristas e judias que queiram se casar com um muçulmano. Desmentindo o post de outro blog em que a autora diz que é porque as mulheres não têm autonomia alguma. 


VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER


No Islam não é e nunca foi permitido agredir nenhuma mulher ou outro ser. Dizer que o marido pode bater na mulher e não acontecerá nada a ele, isso é uma grande mentira e tentativa de denegrir a religião. Em caso de violência doméstica a mulher poderá procurar uma delegacia, abrir uma ocorrência, fazer o exame de delito e pedir o divórcio e esse será concedido sem mais problemas.
O homem pode, sim, chamar a atenção da sua esposa, mas nunca agredi-la.
Então o post que fala isso é realmente uma difamaçao! Estupidez e falta de conhecimento.


FILHOS EM CASO DE DIVORCIO


Se forem pequenos ficarão com a mãe, pois precisam dela, e se já tiverem idade de decidir poderá optar por pai ou mãe. Com direito a pensão.


DIREITO A HERANÇA


Sim, você terá direito a herança, sim, se você é cristã ou judia for casada com um muçulmano. Aqui nesse trecho onde o profeta Muhammad disse:

Um  muçulmano  não  pode  herdar  de  um  não-muçulmano  e  um  não- muçulmano não pode herdar de um muçulmano.

O trecho não está se referindo a pessoas cristãs ou judias e sim pessoas que não possuem fé alguma, que adoram mais de uma divindade ou que adoram deuses falsos.  Já que cristã ou judia pode casar-se com muçulmano, pode também herdar.
 Sobre a divisão da herança é bom ler esse post aqui e ver como fica a partilha. O assunto é longo.


VOCE PODERÁ TRABALHAR FORA?


Sim, sem problemas. Se for um emprego honesto, que não ponha você em perigo ou coloque sua reputação em jogo, por que não? A maioria das mulheres hoje em dia trabalham para ajudar na economia da casa e isso não é pecado algum.

 E quanto a ele ajudar você em casa?

Os pais do meu habibi sempre me perguntam se ele está me ajudando em casa com os afazeres... E eu digo, sim, ele ajuda. Muitas vezes faz o jantar sozinho e vai me buscar no trabalho, quando chego está pronto para jantarmos. Sem problemas também, a não ser que ele não goste muito... aí já é outro assunto... :D  - Mas pode ajudar sim e isso é aconselhado.


OBEDIENCIA... Será mesmo que isso é assim, como todo mundo diz?


A palavra obediencia assusta muito a nós mulheres ocidentais, acostumadas a trabalhar fora de casa e ser donas dos nossos narizes. Quando se fala em obediência se pensa logo em submissão total e falta de força, de poder e de liberdade de expressão.

Nada disso, obedecer aqui é querer mostrar que o homem tem que cuidar da mulher, como algo precioso e que ela deve seguir seus pedidos e conselhos, já que ele é o "cabeça" da casa. Imaginem a situação: Ele diz uma coisa e ela diz outra. Ele quer economizar e ela quer gastar. Ela quer ir a mesquita e ele quer ir jogar bola... Quantas brigas e discussões, vocês não acham? Entao para que isso não aconteça, Deus fez o homem mais forte fisicamente que a mulher, com mais razão na hora de decidir do que emoçao. A mulher por outro lado é mais fraca fisicamente e mais emotiva, age mais pela emoçao. É ou não é? Ninguem pode negar isso. Para isso Deus criou o homem diferente da mulher.
Por isso que o homem é indicado como o chefe da casa, mas não quer dizer que ele não vá perguntar para você o que você quer, o que você acha, ou que ele vá ignorá-la totalmente. Ele agirá junto com você, pode ter certeza. E cá para nós, para que colocar mais responsabilidades na nossas costas se podemos dividir ou dar tudo para eles, não é? rsrsr

Eu na verdade nem sinto que estou casada com um muçulmano, porque dividimos tudo, conversamos sobre tudo e nunca ele me fez sentir deixada de fora...


E SOBRE AS QUATRO ESPOSAS QUE O ISLAM PERMITE AO HOMEM...


Esse assunto é polêmico, mas fácil de ser explicado  quando começamos a estudar o islam. Poligamia nunca foi aceito na sociedade ocidental, apesar de que sabemos que a maioria dos homens possuem casos extra-conjugais e alguns mantém uma segunda mulher.
No islam, quando a lei da poligamia foi criada haviam muitas batalhas e morriam muitos homens, já que as mulheres eram proibidas de lutar em campos de batalha. Quando essas batalhas acabavam ficavam muitas mulheres viúvas e sem filhos, pois, os filhos também iam a guerra.
Para que essas mulheres nao ficassem desamparadas, Deus permitiu que um homem podesse ter até quatro esposas para poder cuidar delas. Aqui começam as questões. 
Esse casamento deverá ser legalizado, para que a segunda, terceira e quarta esposa tenham os mesmos direitos igualitários que a primeira. Em tudo! Dinheiro, amor, sexo, filhos, presentes...
Ele só poderá ter outras esposas se a primeira concentir. Caso contrário, não!
Deverá haver uma necessidade para que esse casamento aconteça, como, se a mulher estiver sem família, sem ter como sobreviver, sem parentes etc. Só casar porque ela é bonitinha, gostosinha e tudo mais, NAO também! rsrsrs


Casos de poligamia são comuns no dia de hoje? 

Estou morando aqui no Oriene Medio ha dois anos e vou dizer a voces, NUNCA vi UM. 
Mas existe aqueles homens que sao muito ricos e tem mais do que uma esposa, nao vou negar. Ja que ele pode ser igualitário para com todas, pode sustenta-las de maneira igual, dar atençao e estar presente de maneira igual e tudo mais. Casos raros, em que o homem é muiiiiiiiito rico, como disse antes.
Na sociedade normal, onde todos têm que trabalhar para sobreviver, onde a mulher trabalha fora para ajudar nas despesas de casa, você acha mesmo que seria viável uma segunda esposa e a primeira aceitaria? Um NÃO bem sonoro para voce que fez pouco caso dessa clausula da Shariah. :P

O problema é, os ocidentais estão acostumados a viver num mundo de hipocrisia, onde o homem pode ter quantas amantes quiser escondido, e elas nao terao direito algum, nao poderao mostrar ele (o seu amante) a sociedade, pois, assim criará um grande problema para ELE somente. E ela? Onde está o direita dessa mulher de ter um parceiro no dia de festa, no aniversário, no final de semana, no hora em que está doente? Quer dizer que ela só serve para ele quando ele quer transar ou ter uma fulga da vida monótona que ele está vivendo?

No islam é permitido ao homem casar com outra mulher, porém, não se vê essa prática como se vê onde o homem é de outra religião e cultura, já que ele não teme a Deus. Também não vou dizer que não tem os espertinhos que não dão uma pulada de cerca, sempre tem, mas em número bem menor que em sociedades ditas monogamicas. Isso é fato.



NO ISLAM É PERMITIDO ADOÇAO?


Sim, você pode adotar uma criança, porém, pelas leis islâmicas você não poderá dar seu nome a ela. O islam previne com isso que no futuro essa pessoa não se case por engano com alguém da sua família de sangue, já que ele(ela) não sabe quem são seus pais. Se ela permanecer com seu nome original, isso não acontecerá.

SEXO ANTES CASAR


No islam tudo que vai contra a lei de Deus é algo muito grave para um muçulmano, pois, tememos o dia do juízo final, onde todos os nossos pecados irão ser pesados por Deus.
E nisso o islam é bem claro, sexo somente depois de casar. O sexo deve ser algo sagrado entre o casal, algo limpo e puro. Quando um casal pratica o sexo antes do casamento além de eles estarem desobedecendo a Deus, eles estarão correndo o risco de colocarem um ao outro em uma situaçao constrangedora em caso desse relacionamento não dar certo, já que no islam isso é muito grave.

Mas e depois de casar? Existe alguma restrição entre o casal no que diz respeito ao sexo?


Depois de se casarem o casal poderá ter todo prazer do mundo juntos. Poderão criar suas fantasias e acariciar-se como quiserem.
A mulher poderá seduzir seu marido da forma que quiser, usar roupas atraentes para ele admira-la (em casa, claro, nada de sair de casa parecendo uma periguete achando que vai deixar o habib louco :D ). Ela poderá usar lingeris e perfumes para ele e fazer com que ele a corteje.
O homem também poderá usar de sedução para com sua esposa, presentea-la, elogia-la, admira-la e faze-la sentir-se uma mulher com todas as letras.
Mas nisso tudo existe duas proibiçoes expressas pelo islam. Não é permitido a penetraçao anal, apenas o sexo por vias normais, ou seja vaginal. Também não é permitido ter relações sexuais quando a mulher estiver em seu período menstrual de forma alguma.  Os dois poderão se acariciar e terem jogo de seduçao, porém, sem penetraçoes, já que o corpo da mulher nessa época necessita de repouso e está mais frágil e isso poderá trazer problemas de saúde para ela.
Dentro de casa o casal pode ter todo jogo de seduçao, ela poderá usar roupas sedutoras, jóias, maquiagem, henna, perfumes... tudo para atrair seu parceiro, porém, com essas duas proibiçao que citei acima.

O que a mulher deve esconder fora de casa dos outros homens, ela poderá mostrar somente para o seu marido e isso ela poderá explorar bastante. E ele vai adorar, tenha certeza.



USO DE CONTROLADORES DE NATALIDADE É PERMITIDO?



O Islam informa aos muçulmanos o conceito de família numerosa, e as bênçãos que existe na chegada de filhos, homens e mulheres, mas também é permitido o planejamento familiar.

É permitido recorrer a alguns métodos anticonceptivos, sempre que exista alguma causa que leve o casal a considerar esta medida, e a mesma seja tomada de comum acordo.


Veja o que é e o que não é. Resumo



Permitidos

Coito interrompido ( a conhecida tabelinha) o casal não pratica sexo quando a mulher está no período fértil
Método de barreira (camisinha e diafragma)
Pílula (somente se não trouxer efeitos colaterais a mulher e o marido estiver ciente que a mulher está usando esse método)

Não permitidos

DIU (já que pode ser abortivo)
Esterilizaçao cirurgica (ligadura de trompas e vasectomia)
Pílula se causar efeitos colaterais prejudiciais a saúde da mulher




Bem amigos, acho que era mais ou menos isso... Quem tiver alguma dúvida e quiser perguntar fique a vontade, caso queira fazer a pergunta em "off" mande para meu email: crystyanef@gmail.com
Espero que tenha ajudado.

allah maak (Deus esteja convosco)

 Criss Freitas  =)
 

25 comments:

  1. Adorei ler Cris, realmente tira muitas dúvidas e esclarece muitas coisas que tenho certeza algumas mulheres possam ter.
    Bem explicado e com muito conteúdo, adorei!
    Beijão querida
    Valeria Torres

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Valeria obrigada por comentar

      Sim, acredito que ajudara a muitas mulheres que tem esse tipo de duvida.

      beijoka e fica com Deus

      Excluir
  2. ola adorei seu post.
    me casei com um Libanês a quase tres anos ja ,e me converti ao islã.
    mas ainda no uso o hijab ,ainda estou aprendendo a rezar e falar árabe e os costume e tradições de familia e td mas ...bjs nai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Nai, obrigada por participar

      Que bom que vc esta se interessando pelo assunto. Espero que de frutos. Qualquer duvida ou material que precise so mandar uma msg.

      um abc

      maa salama

      Excluir
  3. Assalamu Alaikum Wr Wb!

    Li um blog com o mesmo assunto, mas de formas diferentes hehehe...
    Está mais que certa explicar todos os detalhes as demais pessoas, pois a muita ilusão que são criadas sobre o casamento!

    Barakallahu Fiki!

    Beijokasssssssss...
    Maa'salamah

    Hanan Mustafa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aleikum salam ukhty

      sim, acho que foi o mesmo blog que li que me deixou com vontade de escrever rsrsrs

      obrigada por comentar

      maa salama

      Excluir
  4. Assalamualaikum!Querida irmã Cris!
    Vim deixar os meus parabéns pelos posts!
    Aproveito para convidar voce e sues Amigos
    para conhecer meu Blog!

    já estou seguindo voce ha algum tempo!
    Seja Sempre Bem Vinda!que Allah a cubra
    de bençãos, misericordia e Paz! Ameen!
    Ma'Salaam!

    Eid Maryam Md.♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aleikum salam irma

      Muito obrigada por comentar e apreciar o post.

      Gostaria de conhecer seu blog, mas vc nao deixou o endereço aqui, poderia passa-lo? Ficarei feliz em segui-la tbm.

      Que a paz de Allah esteja com vc e todos da sua familia

      cris

      Excluir
  5. Assalamu Waleikum mana, parabens pelo post, fiocu otimo!!! Tudo mto explicadinho.
    Voltei com o blog meu amor paquistanes flor :) espero vc la.

    bjiimm e fique com Deus

    http://meuamorpaquistanes.blogspot.ie/

    ResponderExcluir
  6. Salam Cris!

    O post é bem esclarescedor e bem mais completo que o meu, que acredito seja o mencionado no começo! Na minha cabeça me passam apenas mais nomes de blogs que tenham escrito sobre o assunto!
    O que escreveste é mais completo e mais muitas coisas são parecidas! Mas ditas com outras palavras! O fato de não ser muçulmana não descalifica ninguém mas eu estudo sim o Islam há pelo menos 7 anos e não quis me converter!
    No mais ta tudo bem !
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Andreia

      Qual seu blog vc esta falando, Conexao Oriente ou CAfe Damasco? Se for um desses dois, voce esta errada, nao foi um desses blogs que peguei o conteudo. Alias eu aprecio esses dois blogs e sou seguidora, a menos que vc nao queira, eu pararei de seguir.

      Esse post eu levei 3 dias para escrever e consultei meu marido que eh formado em advocacia no Egito e tbm li um artigo mto completo sobre a shariah. Entao, realmente quando eu escrevo, eu escrevo com base, nao no que eu acho.

      Que bom que vc estuda o islam por tao longo tempo.

      salam

      Excluir
  7. Olá Cris !

    Também escrevo com bases em fatos e não em achismos. O que escrevi foi baseado nas informações que obtive com um amigo que é advogado em Damasco, informações passadas pela Embaixada do Brasil em Damasco e também com o Consulado da Síria em São Paulo e consultando também a Constituição da Síria. Também consultei um sher aqui no Brasil.
    Se o texto informações que não seja realidade então pode ser que as pessoas que me informaram errado. E nesse caso até a Constituição da Síria estaria errada!

    Voce sempre será bem-vinda no Conexão e no Café !

    Abraços
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreia

      mas eu nao sei qual eh o seu post, nao li. Foi coincidencia eu escrever sobre o mesmo assunto...
      O blog que me refiro eh wordpress e ela mora no Egito.
      Mas o seu nao li nao. Vou la no seu blog depois pra ler , agora fiquei curiosa :)

      maa salama

      Excluir
  8. Cris !!!

    Lê o post sobre casamento misto entre muçulmanos e cristãos no Conexão ou Café. Tem um post sobre isso! Dai lendo o 3º paragrafo do seu post da imprensão que vc ta descendo a lenha no Conexão!
    Levei até um susto quando li ontem!
    Pode ter bobagens escritas la no meu mas eu pesquisei antes de escrever.
    Nossa que confusão !!!
    3º paragrafo polêmico!!
    Achei estranho e confuso por isso te perguntei!
    Mas se tiver errado pode descer a lenha mesmo!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreia fala isso nao. Gosto mto dos teus posts e se vc pesquisou nao escreveu bobagem nao.
      Posso ate te mandar em off o link do texto que me refiro. Qdo chegar em casa vou ler seu post no pc que eh mais facil. Bjk e fica com Deus

      Excluir
  9. Cris ... Tem nada disso não ! Eu que estava de cabeça quente ontem e quando li o post achei que tava falando do meu porque tem um post com o mesmo temo e como não sou muçulmana e escrevo sobre Islam achei que era de mim. Tava pilhada e interpretei mal o seu texto que ficou muito bom e mais completo que o do Conexão!
    Mas tá tudo bem e desculpa pela confusão !!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Post esclarecedor e confortante pois existem muitas informações errôneas na net.Parabéns pela postagem.Allah seninle olsun!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Você pode me passar seu email. A paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola jani

      meu email crystyanef@gmail.com

      salama

      Excluir
  12. Oi Cris!!!!Estou namorando pelo facebook, ele mora na França, mas é egípcio e muçulmano. Estou muito feliz depois de ter lido seu blog, agora vejo que Deus realmente ouve a nossa prece. Ele é sempre muito doce e faz questão de vir ao Brasil conhecer minha família e me levar com ele. Felicidades para você. A paz!

    ResponderExcluir
  13. oi tudo bom!meu nome valeria eu noiva de um tunisiano ele está aqui no brasil e voltamos juntos para tunisis em outubro li seu blog gostei me ajudou muito beijos...

    ResponderExcluir
  14. tenho uma duvida, estou conhecendo um muçulmano ele mora no egito, e disse que quer casar comigo no brasil, mais nem eu,nem ele falamos a mesma lingua,e ele e mais novo que eu 18 anos,casando aqui no brasil, eu tenho que casar no egito tb, ou não tera validade esse casamento.

    ResponderExcluir
  15. olá minha pergunta é si uma muçulmana pode namorar ou casar com um cristão ? e si ela namorar com um cristão oq acontece ? e si os pais da muçulmana dexa é permitido?
    pf me responda ... agradeço

    ResponderExcluir
  16. EU POSSO MIM CASAR COM UMA MOÇA ÁRABE? E DEPOIS MIM CONVERTER OU EU TENHO QUE MIM CONVERTER PRIMEIRO?

    ResponderExcluir

DESTAQUE

Brasileiras e Egipcio, verdades e mentiras no amor virtual

Ultimamente tenho recebido emails e falado com muitas pessoas que se relacionam pela internet. Geralmente são brasileiras com estrange...